• Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone YouTube

LUÍS REPRESAS

CENTRO CULTURAL OLGA CADAVAL
27 NOVEMBRO 2020

Luís Represas foi desde cedo interessado pela música. É em 1976 que funda a banda Trovante, na qual se manteve como cantor até ao seu desmembramento, em 1992, iniciando a sua carreira a solo.

 

Em 1993, Luís Represas refugia-se em Havana, onde colabora com Nani Teixeira e os cubanos Pablo Milanés e Miguel Nuñez. Assim nasce o álbum “Represas”.

 

Em 1995 inicia a composição do seu segundo disco “Cumplicidades”. Apresenta-se depois no Auditório do CCB, por quatro noites consecutivas, dando origem a “Ao Vivo no CCB”. Em 1998 surge o seu quarto trabalho, “A Hora do Lobo”, onde se dá o reencontro com Miguel Nuñez.

 

No ano seguinte, Represas reúne-se com o Trovante para um espectáculo no Pavilhão Atlântico. Em Dezembro desse ano participa no Handover de Macau à República Popular da China. E em 2000 desloca-se a Timor, levando o tema que se tornou num hino à independência do território, “Timor”.

 

Em 2001, Luís Represas lança o disco Código Verde, comemorando os seus 25 anos de carreira. Em Setembro  desse ano começa o seu novo projecto "Reserva Especial", uma coletânea de 21 temas de referência da música do mundo.

 

Em Outubro de 2003, Luís Represas apresenta o seu novo álbum de originais "Fora de Mão". E em 2006 lança o álbum "A história Toda", uma gravação do seu espectáculo comemorativo de 30 anos de carreira, no Coliseu do Porto e no Grande Auditório do CCB.

 

Em 2007, 13 anos após o fim do Trovante, dá-se início ao projecto "Luís Represas e João Gil", um reencontro dos dois músicos em palco e em disco. No ano seguinte grava “Navegar é Preciso”.

 

“Olhos nos Olhos”, o seu nono disco a solo, é lançado em 2008. A apresentação do álbum, no ano seguinte, resulta no trabalho, “Luís Represas – Ao Vivo no Campo Pequeno”.

 

Em 2014 grava novo CD de originais, "Cores", e em 2015 grava ao vivo no CCB o CD/ DVD "Tratamento Acústico".

 

Em Maio de 2018 Luís Represas estreia o seu mais recente álbum de originais, "Boa Hora". O disco conta com participações especiais como a de Carlos do Carmo, Ivan Lins, Mia Rose, Paulo Gonzo e Jorge Palma. A apresentação do álbum, em 2019, aliou-se à celebração de 43 anos de carreira, com espectáculos esgotados no Coliseu dos Recreios, Lisboa, e na Casa da Música, Porto.

Em Fevereiro de 2020, Represas apresenta um novo espectáculo intimista, “Ao Canto da Noite”, que esgota o Auditório Carlos Paredes, em Benfica, por cinco noites consecutivas.

CONTACTO

Rua Cidade de Córdova Nº1, 1ºA

Alfragide, Amadora - 2610-042

Portugal

​​

FLÁVIO SERPA

flavioserpa@a-ma.pt

Telm: +351 938 402 785

ALEXANDRE TRAVESSAS

alexandretravessas@a-ma.pt

Telm: +351 915 208 575

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branca ícone do YouTube